Eventos Eventos

Novos dirigentes do TRT/MS são empossados para biênio 2021/2022

"2020 nos fez mudar demais. Testemunhamos tempos inéditos, inquietantes, que colocam as coisas em perspectiva e nos trazem a inevitável constatação: somos seres frágeis. Por isso, não há caminho viável distante das virtudes da humildade, sensibilidade, empatia, disciplina e comprometimento coletivo com propósitos elevados. É essencial ser humilde, porque nada está posto, garantido e assegurado".

Com essas palavras, o presidente  do TRT da 24ª Região, desembargador Amaury Rodrigues Pinto Júnior, empossado nessa sexta-feira (11/12) deu início a seu discurso de posse e conclamou desembargadores, juízes do trabalho e servidores a seguir com cooperativo esforço e coragem a fim de buscar o sucesso.

"Imbuído do espírito de renovação e certeza de que nada se realiza sozinho ou sem planejamento minucioso (...)", o Presidente empossado estabeleceu publicamente  o compromisso com a proatividade, transparência e inovação, aguçando o diálogo com as instituições parceiras que jamais se furtaram a colaborar com a Justiça do Trabalho em Mato Grosso do Sul. 

Solenidade


Uma solenidade tomada pela emoção e por palavras de incentivo à coragem, à harmonia, ao diálogo e ao trabalho com afinco por magistrados e servidores. 

Participaram da cerimônia de posse, por videoconferência, a Ministra Maria Cristina Peduzzi, Presidente do TST e CSJT e os Ministros Guilherme Augusto Caputo Bastos, Marco Eurico Vitral, Alexandre de Souza Agra Belmonte, Alexandre Luís Ramos; o Presidente do Coleprecor, Leonardo José Trajano; a presidente do CONEMATRA, desembargadora Flávia S. Falcão; os desembargadores aposentados do TRT24  Abdalla Jallad e Ricardo Zandona; além de desembargadores presidentes de diversos Tribunais Regionais do Trabalho do país; o vice-Presidente do TJMS, Carlos Eduardo Contar; o Presidente da Assembleia Legislativa de MS , deputado Paulo Correa; e o Presidente da FIEMS, Sergio Longen.

O filho do desembargador empossado, Pedro Henrique Ramos Pinto, fez uma apresentação de violino. Escolheu a música regional "Trem do Pantanal" para homenagear o pai.

O desembargador Presidente que encerrou o mandato, Nicanor de Araújo Lima,  afirmou que os sentimentos desse dia 11/12 eram contraditórios: melancolia e alegria pelo fim de um ciclo, mas com a sensação de dever cumprido: "Benção de entregar aquilo que nunca me pertenceu deveras. Nada do mundo se leva".

O desembargador pontuou que o Presidente empossado foi parceiro de muitas horas e com quem teve o privilégio de compartilhar a Administração do Tribunal. "Tome posse do que agora será seu e não esmoreça diante da caminhada que trilhará ao lado do ilustre desembargador André Luís Moraes de Oliveira", pontuou o desembargador Nicanor de Araújo Lima.

A Ministra Maria Cristina Peduzzi, presidente do TST e CSJT, parabenizou a Administração que hoje concluiu seu mandato: desembargador Presidente Nicanor de Araújo Lima, na Presidência, desembargador Ouvidor João de Deus Gomes de Souza, e o desembargador Francisco das Chagas Lima Filho, diretor da Escola Judicial, "uma gestão eficiente, que deixa um legado de responsabilidade e compromisso com a Justiça", e que passa a ser dirigida pelo desembargador Nery Sá e Silva de Azambuja.

Ao desembargador empossado, congratulou e cumprimentou pelo trabalho nos cargos de direção, sempre realizados com dedicação e eficiência. "Tenho certeza de que a carreira sólida que construiu, na Magistratura e na Academia, como Mestre e Doutor em Direito que é, e o exercício pretérito dos cargos de gestão,  serão as bases para o exercício do mandato presidencial", pontuou.

Ao Vice-Presidente empossado, desembargador André Luís Moraes de Oliveira, a Presidente do TST afirmou que "sua história e trajetória jurídica será pilar fundamental no legado que irá construir na Vice-Presidência".

Para a Procuradora-Chefa do MPT,  Cândice Gabriela Arosio, a posse de um Presidente é sempre uma esperança de renovação. "Só tenho a desejar que os senhores possam continuar com a emoção e a humanidade para que possam conduzir as decisões que fazem a diferença na vida dos trabalhadores e trabalhadoras que procuram a Justiça do Trabalho para resolver suas lides. O MPT se coloca nessa cooperação para que nos próximos dois anos possamos fazer a história e a diferença mesmo sendo um futuro incerto e desafiante", finalizou. 

A Presidente da AMATRA XXIV, Priscila Margarido Mirault, parabenizou o Presidente que encerrou seu mandato nessa tarde pelo comprometimento na melhora da prestação jurisdicional e pelo reconhecimento da eficiência e produtividade em cenário nacional. 

Também chamou a atenção para o fato de que a nova gestão tem todos os requisitos necessários para manter a excelência do trabalho e para conduzir os magistrados e servidores em busca de objetivos cada vez maiores. 

O Presidente da OAB-MS, Mansour Elias Karmouche,  parabenizou a gestão que se finda pelo trabalho competente e pelo diálogo estabelecido com a Ordem dos Advogados e espera manter a parceria na gestão que se inicia. 

Presidente

 Amaury Rodrigues Pinto Junior é desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região desde 16.5.2001 (promoção por merecimento). Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo - USP - 2015, já foi Presidente e Corregedor do TRT/MS no biênio 2006/2008.

Foi Diretor da Escola Superior da Magistratura do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região nos biênios 2003-2005, 2011-2012 e 2016-2018; desembargador Ouvidor do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região - 2014-2016; Vice-Presidente do CONEMATRA - Conselho Nacional das Escolas da Magistratura do Trabalho, período 2017-2018 e Presidente do CONEMATRA desde março/2018.

Veja mais fotos da Posse dos Novos Dirigentes.